Arena da Copa constrói arquibancada fora do estádio.

Ekaterinburg Arena tem  setores que ficam totalmente fora da cobertura do restante dos lugares, atendendo capacidade de público exigida pela FIFA.

Por: Diego Tolentino

A organização da Copa do Mundo da Rússia promete inovar com os estádios que abrigarão o Mundial do próximo ano. A Ekaterinburg Arena começou a chamar  ainda mais a atenção do público meses antes do torneio. Com as obras perto do fim, o antigo Estádio Central de Ekaterinburg viu surgir setores de arquibancadas que ficam totalmente fora da cobertura do restante dos lugares.

A existência dos dois setores externos já era planejada nos projetos de reforma do estádio, construído em 1957 e totalmente reformado para a Copa do Mundo. As arquibancadas, que ficam atrás dos gols, visam atender à capacidade de público mínima exigida pela Fifa. Entretanto, a particularidade da construção ,com estrutura tubular e exposta à ação da chuva e do Sol, chamou a atenção dos torcedores quando a Fifa divulgou novas imagens da reforma.

Antes do início das reformas, o Estádio Central tinha capacidade para 27 mil pessoas, muito inferior a capacidade mínima que a Fifa pede para abrigar até mesmo partidas da fase de grupos do Mundial. As obras  farão com que o estádio passe a contar com cerca de 35 mil lugares, contadas as arquibancadas externas. A previsão é que tudo esteja pronto até o fim deste ano.

Ekaterinburg Arena inova ao construir arquibancadas do lado externo do estádio.

 

Deixe sua resposta