Arruda é absolvido da denúncia de fraude por amistoso do Brasil no DF

Ex-governador já tinha sido absolvido em outra decisão sobre mesmo episódio. Jogo foi em novembro de 2008, contra Portugal.

Por: Diego Tolentino

Justiça do Distrito Federal absolveu nesta quinta-feira (5) o ex-governador José Roberto Arruda, que era acusado de fraude por amistoso entre a seleção brasileira e Portugal, em novembro de 2008. O Brasil venceu por seis a dois, na partida que marcou a reinauguração do estádio Bezerrão, no Gama.

O advogado de Arruda, Paulo Emílio Catta Preta, comemorou a decisão da 8ª Vara Criminal e lembrou que ele já tinha sido absolvido por improbidade pelo mesmo episódio.

“A absolvição, pela segunda oportunidade, demonstra a absoluta legalidade do jogo amistoso entre Brasil e Portugal, sobretudo porque alcançou todos aqueles que foram injustamente acusados.” disse o advogado.

Segundo a denúncia, Arruda e a gestão dele cometeram crime ao contratar a empresa Ailanto Marketing que contrataram a partida sem licitação. Os investigadores também apontaram que houve superfaturamento ao fazer o contrato.

O jogo que causou a denúncia contra Arruda aconteceu no Bezerrão.

Deixe sua resposta