Canto coral para adultos: os benefícios da prática musical para a vida

Mackenzie Brasília apresenta o musical “Um Renascer”, em parceria com a Igreja Presbiteriana Nacional. Regente Simone Moraes conta as peculiaridades de praticar o canto na fase adulta.

Por: Redação

No próximo sábado (28), o Mackenzie Brasília exibe o Musical da Reforma: “Um Renascer”, em comemoração aos 147 anos do Instituto Presbiteriano Mackenzie. Realizado em parceria com a Igreja Presbiteriana Nacional, o musical tem como tema os 500 anos da Reforma Protestante.

Simone Moraes, regente do musical, revela que o coro do espetáculo é formado majoritariamente por adultos. “Eventos como este são muito significativos, pois reforçam a ideia de que qualquer pessoa pode cantar em coral, sendo ou não afinado, conhecendo ou não notação musical, em qualquer etapa da vida”, enfatiza.

Em entrevista, a regente conta detalhes do Musical “Um Renascer”, além de desvendar alguns mitos sobre a prática do canto coral, ainda pouco popular no Brasil. Confira:

Quais são os requisitos para fazer parte de um coro? Qualquer um pode cantar?

Não há requisitos para cantar em coro, especialmente os que abrangem a comunidade, como os de igrejas. Os únicos coros que exigem alguma formação são os profissionais, que normalmente pedem leitura em música, além de vozes nos timbres específicos, de acordo com a exigência de cada maestro. Não sendo assim, qualquer pessoa pode cantar em coral, sendo ou não afinado, conhecendo ou não a notação musical.

Existe idade certa para começar a cantar?

Estudos mostram que pessoas expostas à musicalização desde a primeira infância provavelmente terão aptidões musicais a serem desenvolvidas com mais facilidade. Notamos isso nas igrejas, por exemplo, onde se canta muito (louvores e hinos) e, em geral, as crianças já crescem afinadas e com bom ritmo. Então, quanto antes for o contato com a música, melhor será o desenvolvimento musical. Porém, este fator não é um limitador. Mesmo aqueles que não tiveram contato com a música desde os primeiros anos de vida podem cantar.

Quais são os benefícios da aprendizagem musical para adultos?

O cantar, especialmente em grupo, como no canto coral, é extremamente benéfico em todos os sentidos. Além de ser relaxante, é uma atividade fora dos padrões da rotina, um momento do dia onde é possível focar em algo totalmente diferente. No coral não existe hierarquia, todos exercem a mesma função e têm o mesmo nível de importância.

Como conciliar atividades como o canto coral com a rotina?

As tecnologias têm ajudado muito os cantores e o maestro. As vozes (soprano, contralto, tenor e baixo) são gravadas e distribuídas entre os integrantes do coral, o que facilita o treino em casa, no trabalho, ou até mesmo no carro, enquanto está dirigindo. Estas práticas ajudam a conciliar a rotina diária com a prática do canto coral. Além disso, esta atividade exige de 1 a 3 horas semanais de ensaios, em média.

Como é feita a preparação para eventos como o Musical “Um Renascer”?

Nossos ensaios estão sendo intensos, de 3 a 4 vezes por semana. Como o musical é dividido por cenas, nem todas as pessoas participam de todos os momentos. Alguns fazem parte de apenas uma cena, outros participam de até quatro cenas. Na fase de preparação vocal, contamos com a ajuda da Janice Gennari, compositora do musical, que nos auxiliou na seleção dos personagens principais. Após a seleção, a Janice começou os ensaios com esses personagens, em maio deste ano. Depois, fizemos a seleção dos outros personagens do Musical (em torno de 150) e iniciamos os ensaios com todos eles. No total, serão apresentadas cerca de 25 músicas. Todas foram gravadas e ensaiadas.

Você poderia contar mais detalhes sobre o Musical “Um Renascer”? O que o espectador deve esperar do evento e porque ele não pode perder esta apresentação?

A história é muito interessante, ver o que todos os reformadores passaram para termos hoje a nossa doutrina é muito incrível. Além disso, a produção está fantástica. Os figurinos são lindos, todos de época e muito caprichados nos detalhes. O cenário também é algo a se destacar, todo feito sob a coordenação da Sandra Castor. Vários voluntários trabalharam nessa construção, que vai de elementos simples de cena, como cestos e canecas, até um palco giratório enorme. Também teremos o acompanhamento da orquestra, com cordas, metais e madeiras, todos os arranjos foram escritos por mim e são inéditos. Além dos adultos, também contaremos com a participação de crianças. Estamos com altas expectativas. É um trabalho minucioso, que exige fôlego e dedicação. Estamos dando o nosso melhor.

 

Sobre o Mackenzie

O Mackenzie está entre as 100 melhores instituições de ensino da América Latina, segunda a pesquisa QS Quacquarelli Symonds University Rankings, uma organização internacional de pesquisa educacional, que avalia o desempenho de instituições de ensino médio, superior e pós-graduação.

Deixe sua resposta