Ciclistas fazem homenagem a colega morto em Brasília

Colegas fizeram orações, espalharam cinzas de Raul Aragão e plantaram árvores próximo ao local do acidente. 

Por: Diego Tolentino

Ciclistas de Brasília prestaram homenagem, na noite desta sexta-feira (27), ao colega Raul Aragão, de 23 anos, morto no fim de semana anterior após ser atropelado por um carro. O grupo aproveitou a “bicicletada” tradicional  para pedir paz no trânsito e lembrar a trajetória de Aragão na defesa da bike como meio de transporte.

Os ciclistas se reuniram no Museu da República, e seguiram pela L2 Norte até as quadras 407/607, onde Aragão foi atropelado. Parte da via foi interditada e, no asfalto, os participantes escreveram a frase “uma vida vale mais que mil carros”.

A bicicleta de Raul Aragão foi pintada de branco, e instalada no canteiro central da L2, naquele trecho. Flores e painéis de fotos do ciclista também fizeram parte da homenagem, além de uma oração feita por todos.

Deixe sua resposta