Depressão é apontada como o “mal do século” por especialistas

Cerca de 5,8% da população brasileira tem depressão, segundo a Organização Mundial da Saúde

Por Ruggere Borges

Sentir tristeza por muito tempo, cansaço, isolamento, falta de interesse, baixa concentração, procrastinação e por aí vai. Todos esses sintomas podem identificar uma pessoa com depressão. Casos da doença estão aumentando com muita rapidez, sem mencionar as pessoas que têm os sintomas, mas não sabem que estão depressivos, relacionando as características da doença como algo normal e passageiro.

A depressão, também conhecida como Transtorno Depressivo Maior, é um distúrbio mental caracterizado pela perda de interesse em atividades, que são habituais do indivíduo, prejudicando o seu dia a dia. Cerca de 5,8% da população brasileira tem depressão, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Foto: Geralt - Pixabay

Foto: Geralt – Pixabay

Considerada o “mal do século” de acordo com a entidade, a depressão causa angústia na pessoa, que acaba por perder o interesse pela vida, muitas vezes procrastina e não consegue realizar suas tarefas diárias. Constantemente a depressão é confundida com tristeza, mas o que deve ser observado é o tempo de duração desse período melancólico, justamente pelos sintomas que se assemelham às emoções comuns do ser humano. Os fatores conhecidos para a doença são bem variados, o que pode dificultar um diagnóstico sem a ajuda de profissionais.

Segundo especialistas, os motivos mais comuns são a perda de algum ente querido, o bullying, que afeta principalmente os jovens, o uso excessivo de remédios e a baixa autoestima, esse último estando presente na maioria dos casos. Emoções como tristeza podem gerar sintomas físicos e comportamentais no indivíduo que possui a doença e mais uma vez as pessoas podem são saber o motivo para tais sinais. Às vezes elas imaginam que é o resultado de apenas um dia cansativo de trabalho.

Leia a matéria na íntegra na edição impressa, em breve!

Deixe sua resposta