Dirceu é condenado a 30 anos de prisão e João Vaccari Neto é absolvido

Pena de Dirceu aumentou em 10 anos e Vaccari é inocentado pela segunda vez

Breno Algarte

Nesta terça-feira (26), o Tribunal Regional Federal da 4ª região de Porto Alegre aumentou em 10 anos a pena do ex-ministro José Dirceu pelo caso da empresa Engevix. Em primeira instância o ministro foi condenado a mais de 20 anos de prisão. A pena aumentou mais 10 anos.

Já o ex tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que tinha sido condenado em primeira instância a nove anos de prisão pelo juiz federal Sergio Moro. Em novo julgamento, Vaccari foi absolvido pela segunda vez por falta de provas. Outros dois sócios da Engevix, José Antunes Sobrinho e Cristano Kok, também foram inocentados.

Essa é a 18ª fase da operação da lava jato no TRF4, que também teve outras condenações confirmadas; a do ex-presidente da Petrobras Renato Duque e a do ex-presidente da Engevix, Gerson de Mello Almada.

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Deixe sua resposta