Disputa por liderança no PSDB do DF gera crise interna

O atual presidente (provisório) da legenda no DF, Deputado Federal, Izalci Lucas, tem evitado chamar eleições, na tentativa de se manter no poder.

Contudo, o secretário-geral da legenda, Virgílio Neto, também na tentativa de chegar ao poder do partido em Brasília, chamou de forma unilateral, eleições para o cargo do partido. Essa disputa atrapalha e muito as intenções do PSDB, que é concorrer ao Palácio do Buriti em 2018.

Deputado Federal Izalci Lucas | Internet Reprodução

Tudo começou na segunda-feira,25, quando Izalci convocou, por e-mail, com alguns integrantes do partido, que juntos definiram uma nova intervenção de 120 na legenda, que pode ser prorrogada por igual período. A decisão foi recebida por Virgílio como ‘uma medida autoritária’ e, que vai de encontro ao estatuto do PSDB. Por este motivo, o secretário-geral do partido, convocou eleições.

Entretanto, o mesmo motivo de desobediência ao estatuto, levou o Deputado Federal a desqualificar a convocatória, alegando que Virgílio não tem autonomia para realizar tal ação.

A intenção do deputado é concorrer ao cargo de Governador, porém, na visão do deputado distrital, Robério Negreiros, é algo difícil se o presidente provisório não consegue, ao menos, ouvir o partido.

Secretário-geral Arthur Virgilio | Foto George Gianni PSDB

Entre Izalci e Virgílio ainda há outro ponto de discussão, para o deputado, o secretário-geral filia ao partido, pessoas cadastradas por ONG mantida por ele, o que está gerando desfiliação em massa ao receber confirmação do partido, pois tais filiados sequer sabiam da filiação.

O partido não tem eleições internas no Distrito Federal desde 2011.

Deixe sua resposta