Em outubro usamos rosa

Mês dedicado à prevenção do câncer de mama ilumina as ruas, prédios e pessoas com muito cor-de-rosa.

Por San Thor Oliveira Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

 

Rosa é a cor do momento. Além da sagrada tradição do filme “Meninas Malvadas” (Means Girls), de 2004, onde se aprende a usar roupa cor-de-rosa toda quarta-feira, o mês de outubro é especial pois leva a cor para todo o tipo de lugar; os prédios, monumentos, outdoors, fachada de lojas e todo espaço que possa receber um jato de luz rosa ou algo parecido, a fim de lembrar a época do ano em que a conscientização para o câncer de mama é maior. O nome remete a cor, e assim como é conhecido, o “Outubro Rosa” não é uma simples campanha, é um movimento popular e internacional, que simboliza a luta contra o câncer de mama e incentiva a participação de todos. Um dos pontos chaves é lembrar o quão importante é um diagnóstico precoce.

Começou nos Estados Unidos, quando vários Estados por si executavam ações no mês dez, voltados para o câncer de mama ou o exame de mamografia. Depois, após aprovado no congresso – norte americano –, o mês de outubro se tonou mês nacional de prevenção do câncer de mama. A marca do movimento é o laço rosa, lançado pela Fundação G. Komen for the Cure, distribuído na cidade de Nova Iorque em 91, aos participantes da primeira Corrida pela Cura. Desde então, acontece todos os anos. Em Brasília, o Metrô-DF lançou no dia 10 deste mês, uma campanha solidária chamada “Corte e Compartilhe”, com intuito de coletar mechas de cabelo para serem utilizadas na confecção de perucas. Vários prédios e monumentos (como ao longo da esplanada dos ministérios) como de costume, entram na temática e iluminam suas fachadas com cor-de-rosa. É preciso relembrar a importância do diagnóstico precoce e do tratamento correto. Cada um trabalha e faz como pode; da o que pode. E você? Já ajudou na luta contra o câncer hoje?

Deixe sua resposta