Enem terá detectores de ponto eletrônico para evitar novas fraudes

O sistema detecta aparelhos de transmissão pelo sinal de rede móvel de banda larga, por  wi-fi e bluetooth

Por: Diego Tolentino

O ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciou nesta quarta-feira (27/9) a implementação de detectores de aparelhos de ponto eletrônico de ouvido durante a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já neste ano. Os sistemas antifraude serão apenas um teste em alguns locais de prova com equipamentos cedidos pelo grupo Berkana.

Segundo Mendonça, a partir dos resultados das provas neste ano, o uso poderá ser expandido nas próximas edições do exame. “À medida que a aplicação desse tipo de equipamento for validada a partir dessa experiência do Enem 2017, a gente vai aumentar a amplitude”, ressaltou.

Além dos detectores, também será feita, como medida de segurança, a identificação individual nominal de cada prova. “o rigor em termos de segurança se amplia cada vez mais, inclusive com a identificação individual de cada prova”, acrescentou o ministro. Parte dos locais de avaliação já conta com detectores de metais.

A fiscalização durante a prova do ENEM a partir de agora ficará mais rígida

 

Deixe sua resposta