Funcionários do Metrô-DF iniciam greve

O reajuste salarial é de 8,41%, baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor, que mede a variação dos preços da cesta de compras de famílias com renda de até cinco salários mínimos

Por Luis H Andrade

Os funcionários do Metrô-DF iniciaram, na manhã desta quinta-feira (09), uma greve por período indeterminado. Eles reivindicam aumento salarial de 8,41%. A categoria também solicita que sejam convocados os 621 candidatos que foram aprovados no concurso de 2016.

Apesar disso, a Justiça estabeleceu que, durante os horários de pico (6h às 10h e 16h30 as 20hh30) funcione com 90% a frota. Durante os outros horários, poderá ser de até 60%.

Enem

A decisão judicial também abrange o próximo domingo, 12, em que ocorrerá a aplicação do segundo dia de provas do Enem. O metrô deverá circular com 100% da sua frota, das 8h30 às 19h. Caso não cumpram as determinações, uma multa diária de 100 mil reais por dia deverá ser paga.

 

Leia também:

Metroviários ameaçam entrar em greve nesta quinta-feira

 

Deixe sua resposta