Contagem regressiva para o início dos Jogos Escolares da Juventude Brasília 2017

Cerimônia de Abertura acontece nesta quinta-feira com o desfile das delegações, acendimento da pira, apresentações de dança e show da banda Scalene
Por Luis H Andrade

Vai ser dada a largada para os Jogos Escolares da Juventude Brasília 2017. Organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), a maior competição escolar do Brasil e celeiro de talentos para o esporte nacional inicia mais uma edição para jovens atletas de 15 a 17 anos. Nesta quinta-feira, dia 16, será

BRASÍLIA / BRASIL (13.11.2017) Jogos Escolares da Juventude Brasília 2017. Etapa de 15 a 17 anos. Fachada do Centro de Convenções, em Brasília..© Washington Alves/Exemplus/COB

a Cerimônia de Abertura do evento, no ginásio Nilson Nelson, na Capital Federal, a partir das 18 horas. As competições em dez esportes individuais começam na sexta-feira, dia 17. A entrada é gratuita para o público em todos os locais de competição.

O Evento

O evento está consolidado e a cada ano conta com a participação de mais escolas e municípios de todo país. O projeto dá a oportunidade de jovens de locais distantes dos grandes centros competirem em um evento de abrangência nacional e com rigorosos padrões de organização. “A meta é continuar crescendo e para isso temos que disseminar o projeto através da valorização do profissional de Educação Física. Eles têm uma função primordial na inserção dos jovens no esporte e devem ter todas as condições para educar seus alunos. O esporte como ferramenta de transformação social é o principal pilar dos Jogos Escolares”, declarou Edgar Hubner, diretor geral dos Jogos Escolares e gerente geral de Juventude do COB.

Detectar talentos para o alto rendimento do esporte brasileiro é apenas um dos objetivos dos Jogos Escolares. “Desde que assumimos este projeto, em 2005, os Jogos cresceram de forma bastante consistente. Hoje o evento está consolidado como referência internacional e possuem a missão principal de inserir socialmente os jovens através do esporte”, afirmou Edgar.

 Campeões Olímpicos

Campeões olímpicos como Sarah Menezes, do judô, mundiais, como a também judoca Mayra Aguiar, atletas como Raul Togni Neto, o Raulzinho (hoje na NBA); Rosamaria Montibeller e Drussyla, da seleção feminina de vôlei; Ana Cláudia Lemos, Rosângela Santos, Geisa Arcanjo e Darlan Romani, do atletismo; Samira Rocha, do handebol; Emanuelle Lima, da GR; Hugo Calderano, do tênis de mesa, e até uma medalhista em Jogos Paralímpicos – Bruna Alexandre, também do tênis de mesa – já passaram pelos Jogos Escolares da Juventude.

 

“Por aqui tem passado medalhistas olímpicos e pan-americanos como Sarah Menezes, bicampeão dos Jogos Escolares. Tivemos a satisfação de identificar um crescimento considerável na participação dos atletas que disputaram os Jogos Olímpicos da Juventude. Em Nanquim 2014, 72% dos atletas que participaram da competição passaram pelos Jogos Escolares. No mundial de judô sub-18 desse ano, por exemplo, todos os participantes competiram nos Escolares”, lembrou Hubner.

 

As competições de dez esportes começam nesta sexta-feira. Jovens de todo Brasil vão em busca de medalhas no atletismo, badminton, ciclismo, judô, ginástica rítmica, luta olímpica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez. Na próxima terça-feira, dia 21, terão início as modalidades coletivas: basquete, futsal, handebol e vôlei. 

 

Cerimônia de Abertura

A Cerimônia de Abertura será uma atração à parte. O evento terá duas apresentações especiais de danças. O grupo Tribos Urbanas, do Instituto de Dança Juliana Castro, com mais de 20 membros, entre crianças, adolescentes, adultos e idosos, executará um novo espetáculo chamado Stam show, com passos de dança de rua.

Já a Academia de Dança Bailacci trabalha com profissionais de diferentes biótipos, com o objetivo de desmistificar a história de que só pode dançar quem é alto e esguio. A equipe da Academia afirma que “O corpo ideal para dançar é o seu. Esperamos, através dessa pequena amostra coreográfica, estimular todos os presentes a se sentirem ainda mais apaixonados por esta arte”.

A Cerimônia contará ainda com o tradicional desfile das delegações e bandeiras dos 27 Estados brasileiros. O Hino Nacional será entoado pelo grupo Patubatê, que mistura sons de latas, tonéis, baldes, panelas e peças de automóveis.

Revezamento da Tocha

O revezamento da tocha, que culmina com o acendimento da pira dos Jogos Escolares da Juventude, terá participação de dez Embaixadores: Caio Bonfim e Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo), Fabiana Silva (badminton), Henrique Avancini (ciclismo), Francielly Pereira (ginástica rítmica), Erika Miranda (judô), Laís Nunes (lutas), Joanna Maranhão (natação), Hugo Hoyama (tênis de mesa) e Emanuel Rêgo (vôlei de praia).

A festa dos jovens atletas será encerrada com o show de rock da banda Scalene, na estrada desde 2009 e que já conquistou uma legião de fãs. O quarteto formado por Gustavo e Tomás Bertoni, Lucas Furtado e Philipe “Makako” recebeu o prêmio Grammy Latino de melhor álbum de rock em língua portuguesa, por Éter, ficou em segundo lugar no reality musical Superstar, da TV Globo, e se apresentou no palco Mundo do Rock in Rio 2017.

 Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio da Estácio e do Governo de Brasília.

 

*com informações da assessoria.

Deixe sua resposta