Ministro do STF determina que votação do afastamento de Aécio seja aberta

Alexandre de Moraes acolheu pedido de liminar apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues. Senado deve analisar nesta terça a situação do senador no parlamento

O ministro Alexandre de Moraes durante sessão do STF |Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Por: Gabriela Andrade

Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que a votação, prevista para esta terça-feira, 17, para analisar o afastamento do senador Aécio Neves ocorra por meio de voto aberto e nominal.  O ministro apresentou uma decisão provisória acolhendo um mandado de segurança, apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues.

Os senadores devem apreciar no plenário se dão aval à decisão da Primeira Turma do STF que, em 26 de setembro, impôs o afastamento do mandato do senador Aécio Neves e o recolhimento domiciliar noturno.  Para que a decisão provisória do ministro seja cumprida, o Plenário do Senado precisa ser notificado da decisão judicial. No despacho que determina a votação aberta, Alexandre de Moraes ordenou que o presidente do Senado, Eunício Oliveira, seja notificado imediatamente sobre a decisão.

O senador Aécio Neves é acusado de corrupção e obstrução à Justiça por receber R$ 2 milhões da JBS, além de ter atuado no Senado junto ao Executivo para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. O senador nega as acusações.

 

Deixe sua resposta