Obra atrasa, e Rússia não terá todos estádios da Copa prontos no prazo

Fifa se preocupa com andamento da construção da Arena Samara, que nem o campo foi instaldo. Comitê Organizador continua garantindo a entrega de todos os estádios até dezembro de 2017

Por: Diego Tolentino
  A Rússia não cumprirá a promessa de ter os 12 estádios da Copa do Mundo do ano que vem prontos ainda em 2017. A cidade de Samara, colocou a meta em risco. As obras da Arena Samara estão muito atrasadas e não há previsão certa para o seu término. A ideia do Comitê Organizado Local (COL) era concluir todas as arenas até dezembro ou no máximo até a primeira quinzena de janeiro.
Na quarta-feira, a Fifa iniciou a sua sexta visita operacional nas cidades que receberão o Mundial. Até o próximo dia 5 de outubro, oito sedes serão fiscalizadas. São elas: Ecaterimburgo, Samara, Saransk, Nighny Novgorod, Rostov on Don, Volgogrado, Kaliningrado e Moscou . A comitiva da entidade  também  debate com o COL temas como logística, serviço de ingressos, transporte e segurança. Em Samara, o cenário é crítico.
 Samara receberá quatro jogos da primeira fase, um das oitavas de final e outro das quartas. A arena terá capacidade para 44.807 torcedores. O design tem como tema o espaço, como homenagem às tradições da região e ao seu renomado setor aeroespacial.
 Mas, mesmo o design sendo inovador e animador, ainda não há qualquer data para a inauguração da Arena Samara, e com isso faz com que a cidade fique em alerta,  já que todos os estádios precisam ser testados em pelo menos três grandes eventos, antes do mundial ser iniciado.

O cenário na cidade de Samara é crítico,

Deixe sua resposta