PDT deixa base aliada de Rollemberg e coloca cargos à disposição

Decisão foi anunciada pela executiva regional da legenda.

Por: Diego Tolentino

A executiva regional do PDT em Brasília anunciou que o partido não integra mais a base aliada do governador Rodrigo Rollemberg. Com a decisão, a sigla disse “colocar à disposição” do governo os cargos que são ocupados por seus filiados.

A decisão foi tomada após um mês de “cisão”, motivada pela reforma da previdência dos servidores distritais e outras discordâncias em projetos. Em nota, o partido diz que “continuará a votar favoravelmente a projetos que considera importantes para a população e cidade, de acordo com seu programa e estatuto”.

O comunicado é assinado pelo presidente regional da legenda e ex-secretário do Trabalho do governo Rollemberg, Georges Michel Sobrinho. Desde o início da gestão do atual governador, em 2015, o PDT ocupa cargos importantes no governo e é considerado um dos principais aliados.

Também em nota, o Palácio do Buriti disse lamentar a decisão do PDT, “que o obrigará a rever o espaço administrativo que o partido ocupava até então”. O governo disse esperar “que o PDT realmente respeite os seus compromissos com a cidade e sua população e vote a favor de projetos que sao do interesse e importantes para o desenvolvimento econômico e social do Distrito Federal”.

Nota liberada pelo PDT detalhando a decisão

Deixe sua resposta