PIB do DF ‘encolhe’ 1% em 2015, mas ainda é 150% maior que a média nacional

Produção nacional recuou 3,4% no mesmo ano.

Por: Diego Tolentino

A economia de Brasília encolheu 1% em 2015, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (16) pelo IBGE. Naquele ano, pela primeira vez na história, todas as unidades do país tiveram índices negativos. No somatório, o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil recuou 3,5% na comparação com 2014, o pior resultado da série histórica iniciada em 2002.

Apesar do saldo negativo, Brasíla teve o quinto melhor resultado do país em 2015 e continuou na liderança do “ranking” de PIB por habitante. De acordo com as Contas Nacionais Regionais do IBGE, em 2015, o PIB per capita do DF foi de R$ 73.971,05 – valor 150% maior que a média nacional, de R$ 29.236,33.

Na prática, é como se cada habitante do DF “produzisse” R$ 6,1 mil em riquezas mensais enquanto, na média, um brasileiro escolhido aleatoriamente produzisse apenas R$ 2,4 mil.

Em 2015, o PIB da capital declinou pela atividade agrícola, que despencou 37,1% na comparação com a produção do ano anterior. Enquanto isso, também na zona rural, a produção florestal, a pesca e a aquicultura tiveram bons resultados, com alta de 38% no valor adicionado bruto do ano.

O resultado medido pelo IBGE manteve Brasília na oitava posição no ranking de participação no PIB nacional. Em 2015, de cada R$ 100 produzidos no Brasil, R$ 3,60 representaram a contribuição da capital federal para a economia.

Deixe sua resposta