Polícia apura golpe de falso médico que liga e pede dinheiro para exames em Brasília

Cobrança é feita por meio de ligação a acompanhante de pacientes internados em hospitais particulares. 
Por: Diego Tolentino

A Polícia Civil de Brasília recebeu denúncias de um golpe aplicado contra acompanhantes de pacientes internados em hospitais particulares: aproveitando-se do desespero e da fragilidade das famílias, um falso médico liga e avisa da necessidade de fazer outros exames. Para isso, cobra um depósito ou transferência imediata de cerca de R$ 2,4 mil e alega que o valor será restituído pelo plano de saúde.

O crime vem acontecendo com frequência em Brasília e um primeiro inquérito já foi entregue à Justiça. A polícia não deu detalhes do que as investigações apontaram nem sobre eventual punição a algum suspeito.

Um hospital particular da capital espalhou avisos pelos corredores alertando para a situação.

As investigações apontaram, porém, que a quadrilha estava num único lugar: são quatro presos de uma cela da Penitenciária Mata Grande, em Rondonópolis, Mato Grosso. Eles fizeram mais de 90 mil ligações. Fora da cadeia, comparsas sacavam o dinheiro nas agências bancárias. O bando faturava até R$ 200 mil por mês com o golpe.

 

Deixe sua resposta