Polícia Federal prende servidor do Ministério do Turismo

Operação é continuação de outra que prendeu em junho o ex ministro Henrique Eduardo Alves.

Por: Diego Tolentino

Polícia Federal prendeu o chefe da assessoria parlamentar do Ministério do Turismo, Norton Masera, e fez buscas na sede da pasta em Brasília, nesta quinta-feira (26). Os mandados no ministério fazem parte da operação Lavat, que tem como função a desarticular uma organização criminosa que é investigada em uma operação anterior, a Manus, que prendeu neste ano o ex ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB).

Agentes da Polícia Federal já estavam em frente ao prédio desde das 7 horas da manhã, mas só subiram depois de 15 minutos. Eles entraram pela portaria privativa, que dá acesso ao gabinete do ministro . Houve buscas na sala de Masera. Os policiais continuaram com a investigação até o fim desta manh

Segundo a Polícia Federal, a organização criminosa continuou praticando crimes de lavagem de dinheiro. São cumpridos 27 mandados: 22 de busca e apreensão, 3 de prisão temporária e 2 de condução coercitiva. A maior parte ocorre no Rio Grande do Norte.

Segundo a corporação, durante a análise do material apreendido na operação Manus foram identificadas “fortes evidências quanto à atuação de outras pessoas pertencentes à organização criminosa”, que continuou lavando dinheiro e ocultando valores para o chefe do grupo.

Polícia Federal realizou operação durante toda a manhã desta quinta feira

 

Deixe sua resposta