Projeção no Museu Nacional, em Brasília, exibe números da violência pelo Brasil

Iniciativa é de policiais federais que participam de encontro sobre segurança pública.

Por: Diego Tolentino

Um projeto na cúpula do Museu Nacional da República, em Brasília, exibiu na noite desta terça-feira (21) os números da violência no Brasil. A iniciativa é de policiais federais que participam do 1º Congresso de Jornalismo e Segurança Pública. A programação do evento prevê atividades gratuitas até quarta (22).

Para o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, os dados “reforçam a ineficiência do modelo policial brasileiro”. O objetivo da ação, segundo Boudens, é “fazer a sociedade refletir”.

Os dados da polícia federal, expostos na obra de Oscar Niemeyer, citam que “a cada 1 hora, sete pessoas foram mortas violentamente no país” e que as mais de “6 mil mortes violentas no país” – registradas em 2016 – equivalem a “uma bomba atômica por ano”.

O estudo mostrou que em uma semana, de 21 a 27 de agosto, foram registradas 1.195 mortes violentas em todo país. Em Brasília, no mesmo período, foram oito casos contabilizados. Os crimes na cidade são investigados pela Polícia Civil como homicídio e latrocínio, roubo seguido de morte.

 

Deixe sua resposta