Projeto que regulamenta transporte privado será votado hoje no Senado

O Projeto de Lei 28/2017 é o primeiro item da pauta no Senado para votação hoje (31), se for aprovado vai para sanção, se for rejeitado, volta para a Câmara onde foi aprovado em abril.

Por Julianna Caetano

Se aprovado como está no texto original, segundo representante do Uber, o serviço deixará de existir. Para os representantes dos aplicativos de transporte particular como Uber e Cabify, o melhor texto é o substitutivo do relator Pedro Chaves (PSC-MS), que retira a obrigatoriedade de licença e com isto, retira também a placa vermelha, por exemplo.

O representantes dos aplicativos entregaram documento com 815 mil assinaturas contra o projeto, além de realizarem passeata e propaganda em horário nobre, na tentativa de conquistar mais apoiadores entre os brasilienses.

Para os taxistas, o projeto original deixaria os serviços dos aplicativos mais justos e, por esse motivo, nenhum lado se entende e a polêmica permanece. Conforme o senador Pedro Chaves, os serviços prestados pelos aplicativos devem se manter privados, cabendo ao governo, somente a fiscalização.

 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil (fotospublicas.com)

Deixe sua resposta