Rollemberg sanciona lei que altera regras de previdência para servidores do DF

Medida foi publicada na edição extra do Diário Oficial desta terça-feira. Texto une fundos de aposentadoria, cria previdência complementar e um outro fundo, com reservas para cobrir rombo.

Por: Diego Tolentino

O governador Rodrigo Rollemberg sancionou a lei que altera a previdência dos servidores públicos de Brasília uma semana após a Câmara Legislativa aprovar proposta . A medida foi publicada na edição extra do Diário Oficial da última terça-feira (3).

O texto referendado, articulado pelo presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT), propõe a reorganização dos fundos previdenciários do Distrito Federal, a criação de uma previdência complementar e a implementação do Fundo Solidário Garantidor. A legislação permitirá um aporte de R$ 1,9 bilhão destinados a despesas com aposentadorias até o fim de 2018.

“Com a publicação da nova lei previdenciária, o governo garante o pagamento integral dos salários neste mês, e, até dezembro, conseguiremos pagar até o último dia do mês. É a garantia também da regularização do pagamento de fornecedores, de terceirizados e de prestadores de serviços”, disse Rollemberg.

A lei foi publicada com apenas um veto referente às competências do Conselho de Administração do Instituto de Previdência dos Servidores do Distrito Federal (Iprev-DF).

Governador Rodrigo Rollemberg sanciona projeto de lei que altera a previdência dos servidores públicos do Distrito Federal

 

Deixe sua resposta