Temperatura no DF chega a 37,3 °C nesse domingo.

Umidade relativa do ar era 11%, índice semelhante ao do deserto do Saara.

Por: Diego Tolentino

Brasília registrou neste domingo (15) sua maior temperatura da história: 37,5 °C. O pico ocorreu em Planaltina com sensação térmica de 40°C. O antigo recorde era 36,4 °C, de outubro de 2015.

No mesmo horário, a umidade relativa do ar chegou a 11% no Gama, índice semelhante ao registrado no deserto do Saara.

A baixa umidade do ar é considerada preocupante pela Organização Mundial de Saúde (OMS) pelos efeitos que provoca no organismo como, desidratação, mal-estar, dificuldade de respiração, secamento de mucosas entre outros. Segundo o órgão, a umidade ideal é de 60%.

Por causa da seca, a Defesa Civil declarou estado de emergência. A orientação é que a população suspenda a prática de atividades físicas e trabalho ao ar livre entre 10h e 17h, aumente a ingestão de líquidos, evite banhos demorados com água quente e muito sabonete, use protetor solar  e umidifique o ambiente com aparelhos e toalhas molhadas.

Neste período, crianças e idosos devem receber atenção especial, pois são os mais afetados pelo clima seco.

Os índices entre 10% e 15% aproximam o DF da umidade registrada no deserto do Saara, na África. Segundo a Defesa Civil, a Organização Mundial de Saúde (OMS) entende como “ideal” uma medição de 60%.

A sensação térmica em Brasília está ultrapassando os 40°C

Deixe sua resposta